Café 2 de Julho

A História do Café no Brasil

Antes mesmo da vinda da Família Real ao Brasil, em 1808, o café já tinha seu lugar na mesa
dos brasileiros. Aproximadamente um século antes desse momento histórico, pesquisadores
afirmam que as primeiras mudas de café já estavam sendo cultivadas por Francisco de Melo
Palheta, um influente militar luso-brasileiro, que viveu no estado Pará até metade do século
XVIII.

Com a chegada da Família Real, a produção do café no país começa a se expandir. Logo outras
regiões ganham força e coloca o Brasil como um grande exportador, dando sustentação a
economia local. Já em 1836, a produção de café supera a produção açucareira da região,
momento em que existiu os “Barões do Café”, fazendeiros muito ricos e poderosos daquela
época.

Os motivos dos grandes lucros viam principalmente a partir das exportações. Nesse período o
Brasil, ainda Estado imperial, atendia às necessidades dos EUA e da Europa, ambos grandes
consumidores desse produto. Dessa forma, o café se tornou o principal produto de exportação
da economia brasileira durante todo o século XIX e o início do século XX. Sendo até hoje um
importante produto da nossa riquíssima cultura.